O perigo das maquiagens e cosméticos falsificados

Tempo de leitura: 3 minutos

Diante do boom do mercado de beleza e de cuidados com a pele, o mercado de falsificação investe pesado para não ficar atrás, oferecendo produtos da moda a preços mais baixos que os do mercado. Entretanto, não se engane, o barato pode sair caro, veja a seguir o perigo das maquiagens e cosméticos falsificados.

Foto criada por: Racool studio

É fato, nos últimos anos a indústria da beleza e cosméticos tiveram um grande crescimento, as pessoas andam mais vaidosas e sentem a necessidade de cuidar mais de suas peles. 

E isso por si só, não é um ponto negativo, já que cuidar da nossa cútis ou fazer aquela make bonita é uma forma de demonstrarmos autocuidado com nós mesmas.

Todavia, com esse crescimento no mercado da beleza fez com que a demanda também aumentasse por parte de quem as consumes, e nem sempre esse mercado consegue segurar a alta demanda.

É aí que a indústria de produtos falsificados viu uma “oportunidade” de lucrar, fabricando e vendendo produtos por valores mais baixos que os de mercado e produzindo a todo vapor em larga escala.

Entretanto, não se deixe enganar, o barato vai sair caro, pois pode custar a saúde de sua pele. O perigo das maquiagens e cosméticos falsificados vão muito além da falsificação, pois em muitos casos esses produtos são produzidos sem qualquer tipo de regulamentação e higiene.

Foto criada por: Wirestock

Uma série documental da Netflix, lançada em 2019, mostrou esse lado da indústria de cosméticos falsificados. O Documentário “Desserviço ao consumidor” mostra os bastidores  de como esses produtos são produzidos e os perigos que eles causam a saúde de nossa pele.

A série mostra como esses laboratórios clandestinos operam, e ao tentar entregar um produto similar ao original a fórmula é alterada e produtos impróprios para o uso em cosméticos são utilizados para dar cor e textura parecidos com os da peça copiada.

Um produto falsificado foi comprado e análises de laboratório mostraram que em sua composição existiam traços de fezes, urina, materiais pesados como grafite e mercúrio, bactérias e ingredientes cancerígenos.

E essas substâncias quando entram em contato com a pele podem causar feridas, infecções altamente transmissíveis, como por exemplo impetigo, dermatite atópica, infertilidade e até problemas de memória.

O documentário mostra a história de uma mulher que adquiriu um gloss em um famoso site de vendas a um preço muito abaixo do site original. A jovem relatou que ao passar o cosmético teve os seus lábios selados, e mais tarde descobriu que em sua composição possuía cola super bonde.

Todo cuidado é pouco, por isso separamos algumas dicas de como evitar adquirir um produto falsificado:

  • Procure sempre comprar em sites oficiais da marca ou em revendedores certificados;
  • Fique atento ao valor do produto, se estiver muito baixo comparando com o valor de mercado, fique alerta e de preferência não compre;
  • Preste atenção nas embalagens, confira para verificar se não existe algum erro ou diferença na coloração da embalagem. Faça a comparação usando a imagem de um site oficial;
  • Ao comprar em uma loja física, verifique a textura e o cheiro do produto. Os falsificados sempre possuem um aroma malcheiroso;
  • Antes de efetuar uma compra em uma loja que você não costuma comprar com frequência, faça uma busca na internet e verifique se não existe alguma reclamação registrada ou se a loja possui o selo de verificada.

Na dúvida, peque sempre pelo  excesso de cuidado, pois em alguns casos, o dano pode ser irreparável.

Gostou? Compartilhe com suas amigas e fique atenta em nosso blog e em nossas redes sociais para mais dicas de cuidados com a pele!

Fontes: