Flacidez facial: como tratar e prevenir

Problema natural ocasionado pela passagem dos anos e reclamação recorrente nos consultórios dermatológicos. Saiba como prevenir e tratar.Foto: Freepik

Já conversamos aqui sobre as mudanças cíclicas que passamos ao decorrer da vida, muitas dessas alterações têm impacto direto na aparência da nossa pele.

Quando falamos da importância de se ter desde sempre uma rotina de cuidados com a pele, vai muito além da questão estética, o foco é manter a saúde da cútis e fazer você se sentir bem com as mudanças da vida.

Uma reclamação muito recorrente nos consultórios e clínicas de estética, é a flacidez da pele do rosto, que pode ser notada a partir dos 30 anos.

Isso porque, aos 25 anos, nosso organismo sofre uma redução na produção de colágeno e elastina, proteínas que são importantes para, dentre outras coisas, manter a firmeza e sustentação da nossa pele.

Mas calma, essa flacidez não é instantânea, ela começa aos poucos, com o passar do tempo e vai se tornando mais visível.

Para evitar isso, os cuidados com a pele devem começar desde cedo, como forma de prevenção. Segue o fio para entender um pouco melhor sobre o que você deve evitar e em quais ativos deve investir como forma de tratamento e prevenção.Foto: Freepik

O que evitar

O envelhecimento é natural, mas existem fatores externos que podem acelerar e até agravar esse processo, por isso, devemos ter uma atenção redobrada. São eles:

  • Tabagismo;
  • Má alimentação;
  • Sedentarismo;
  • Alto consumo de álcool;
  • Não usar filtro solar;
  • Longas horas exposta ao sol.

 

Prevenção e tratamento

A pele bonita, saudável e jovem começa de dentro para fora, por isso, manter uma boa alimentação e bons hábitos, como beber três litros de água por dia, e ter uma rotina de atividade física, são fundamentais para a saúde e jovialidade da sua pele.

Entretanto, você pode contar com grandes e fortes aliados, além desses hábitos saudáveis. 

Na hora de procurar um tratamento ou um meio de prevenção invista em cosméticos que possuam os seguintes ativos:

Vitamina C – é antioxidante, aumenta a produção de colágeno, reverte danos causados pelos raios UV e ajuda a manter a firmeza da pele.

Ácido hialurônico – ajuda a hidratar e reter essa hidratação, além de preencher rugas e estimular a produção de colágeno.

Ácido glicólico – possui ação esfoliante, penetrando profundamente a pele, removendo células mortas, melhorando a aparência e textura da cútis. Também promove a renovação celular.

Niacinamida – potente antioxidante, reduz a perda de água pelo organismo, melhora a elasticidade e estimula a produção de colágeno.

Gostou? Compartilhe com suas amigas e fique atenta em nossas redes sociais e aqui no blog para mais dicas de cuidados com a pele!

Fontes: