Menopausa x Cabelo

Não tem jeito, essa temida fase chega para todas as mulheres. Além das alterações hormonais essa fase pode modificar os nossos fios e couro cabeludo. Saiba como contornar esse problema.

Foto: Freepik

Envelhecer nem sempre é fácil, tem os ônus e bônus. Como saldo positivo, com o passar do tempo ficamos mais maduras, experientes, adquirimos mais conhecimento sobre nós mesmas e sobre o mundo ao nosso redor. Entretanto, nem tudo são flores e entre os 45/55 anos chega uma fase nova para as mulheres, às vezes, muito temida. Estamos falando da menopausa, que é quando os ovários param de produzir o estrogênio e a progesterona, os hormônios femininos, e é nesse período que ocorre a interrupção natural da menstruação.

Esse período de transição também é chamado de climatério, e até a função ovariana se encerrar por completo, podem ocorrer ciclos irregulares. Não é só isso, essa transição traz consigo alguns sintomas que são incômodos para as mulheres, dentre eles podemos citar:  excesso de calor que é chamado de fogacho, redução da libido, mudanças de humor, pele seca e o afinamento do cabelo. 

Sim, nossos fios ficam mais fragilizados nessa fase, mas fique tranquila, nós da Revenir separamos alguns cuidados que você pode ter para contornar esse problema e cuidar do seu cabelo durante essa transição natural da vida de nós mulheres.

Queda de cabelo

A queda de cabelo ocorre devido a uma diminuição da produção do estrogênio, provocando a redução dos níveis de colágeno, proteína estruturante que constitui 30% do de toda a nossa massa proteica e que é muito importante para a saúde dos fios, pois dá força e vitalidade para eles. Para evitar essa questão é de suma importância fazer a reposição, tanto dos hormônios, quanto do colágeno.

Ressecamento do couro cabeludo e dos fios

É natural do processo de envelhecimento que a oleosidade orgânica dos fios e couro diminua, e com isso eles ficam mais sensíveis, ressecados e sem brilho. Para resolver esse problema, invista em uma hidratação poderosa uma vez por semana e procure produtos de cabelos que possuam função hidratante, para fazer essa reposição. Você também pode investir em produtos manipulados e específicos para a sua necessidade no momento, mas para isso vá em um médico especialista para uma melhor orientação.

É importante citar também que, a hidratação precisa começar de dentro para fora, portanto, beba pelo menos três litros de água por dia. Uma boa alimentação combinada com atividade física são extremamente importantes nesse período. Você precisa manter o seu corpo sempre nutrido e em movimento para liberar hormônios que podem aliviar alguns sintomas dessa fase e dessa forma, se manter sempre saudável.

Gostou? Compartilhe com suas amigas que também estão passando por essa transição!

Fontes: