Cuidados que devemos ter com nosso pescoço e colo

Muitas vezes esquecidos de serem incluídos na rotina de beleza, essas duas áreas, por possuírem a pele fina e delicada, acabam denunciando os primeiros sinais de envelhecimento. Saiba como cuidar melhor delas.

Foto: Freepik

Na sua rotina de cuidados diários, você lembra de incluir seu pescoço e colo? Se a sua resposta foi sim, parabéns, mas saiba que você faz parte de uma pequena parcela que se lembra de cuidar dessas duas áreas. Entretanto, se a sua resposta foi negativa, calma, estamos aqui para te orientar sobre a importância de incluí-las na sua rotina de beleza, com o intuito de evitar o envelhecimento precoce dentre outras questões.

A pele dessas duas áreas, além de muito finas e sensíveis, possuem uma baixa concentração de glândulas sebáceas, que são responsáveis por produzir uma substância chamada sebo, que é responsável por criar uma barreira de proteção na pele, evitando o ressecamento, a perda excessiva de líquidos e proliferação de fungos e bactérias. E por estarem mais expostas elas sofrem muito com fatores externos e ficam mais propensas ao envelhecimento precoce, manchas e linhas finas.

Com o passar dos anos, é natural que apareçam alguns sinais da idade, mas saiba que com pequenos cuidados diários, esses efeitos do tempo podem ser retardados e até minimizados, fazendo o uso dos produtos que você já possui em casa. Basta estender os cuidados que você tem com o seu rosto, para o seu pescoço e colo. Contudo, se você quiser e puder, também pode investir em produtos específicos para estas duas regiões. Separamos os cuidados que você precisa ter com elas.

Higienização

Você pode utilizar o mesmo sabonete específico que você usa para lavar o seu rosto, pois ele remove a oleosidade natural da pele, mas sem excessos, sem agredir e ressecar. Evite fazer o uso de esponjas muito rígidas, mas o ideal seria não fazer o seu uso nessas regiões, pois ambas são muito sensíveis e delicadas e podem se irritar ou ferir com facilidade. É sempre bom lembrar que a água quente deve ser evitada, pois ela tira a nossa barreira protetora natural da pele, deixando-a vulnerável e causando o indesejado efeito rebote ;

Esfoliação

Com a finalidade de promover a regeneração da cútis e fazer uma limpeza mais profunda e remover as células mortas, você pode realizar uma esfoliação nessas duas áreas uma vez por semana. Procure passar o esfoliante com delicadeza para não machucar a área;

Hidratação

Por essas regiões possuírem uma menor concentração das glândulas sebáceas e pelo fato delas estarem mais expostas a fatores externos como sol e poluição, podem apresentar ressecamento e sinais da idade com mais facilidade. Para contornar esse problema a hidratação é fundamental. Use um hidratante mais denso e faça uma massagem sempre do centro para as extremidades até sentir a sua completa absorção. Não se esqueça, a hidratação começa de dentro para fora, então faça o consumo de pelo menos três litros de água ao longo do dia;

Proteção

Filtro solar é FUNDAMENTAL para manter a pele viçosa, protegida, preservar a elasticidade e evitar o surgimento de manchas, rugas, linhas finas e o envelhecimento precoce dessas regiões. Escolha um filtro com o fator fps mínimo de 30 e que possua proteção contra raios UVA E UVB. Lembre de reaplicar ao longo do dia, a cada três horas.

*Dica de ouro*

Você sabia que a sua postura influencia na aparência da sua pele? O hábito de passar muitas horas olhando para baixo além de ser péssimo para a sua coluna pode favorecer o aparecimento e realçar linhas e marcas na região. Para evitar isso, evite ficar muito tempo nessa posição e mantenha a postura sempre ereta.

Fontes: