Cuidados com a pele durante a gravidez: o que fazer nesse período?

Ao longo de uma gestação, o corpo da mulher passa por diversas mudanças hormonais que, consequentemente, afetam o físico da gestante. Durante os nove meses, a pele é o órgão que mais sofre com essas alterações. As mais comuns são a sensibilidade da pele, o surgimento de estrias e celulites, acne, manchas na pele, flacidez e inchaço.

Pensando nisso, a equipe Revenir Cosmétique conversou com a dermatologista Aline Takazone, de São Paulo, para tirar dúvidas e auxiliar as grávidas nesse momento.

Bebê foto criado por pch.vector – br.freepik.com

O que acontece com a pele durante a gravidez?

Segundo a dermatologista, a gravidez é um período de alterações nos sistemas do organismo e a pele é um deles. “A maioria das mudanças ocorrem por alterações mecânicas ou hormonais, devido a elevação do estrogênio, progesterona, beta HCG e prolactina”, esclareceu.

Essas alterações são divididas em:

  • Alterações fisiológicas gestacionais: Ocorrem durante a gestação mas não é considerada uma doença, após o parto tendem a desaparecer.
  • Dermatoses afetadas pela gravidez: doenças de pele apresentadas antes da gestação podem melhorar ou piorar durante o período gestacional.

Com todas essas alterações hormonais, é normal que a flacidez surja por todo o corpo. As áreas mais afetadas são as partes internas das coxas, mamas e a região abdominal. Já as estrias costumam aparecer nos seios, joelhos, quadril, nádegas e na barriga.

Também existem as dermatoses específicas da gestação, que são doenças de pele que é comum surgir durante a gestação ou no período pós-parto. As mais comuns são: eczema, pápulas e placas urticariformes e pruriginosas da gravidez, prurigo da gravidez, foliculite pruriginosa da gravidez, colestase intra-hepática da gravidez e penfigóide gestacional.

É importante lembrar que existem diferenças de como o corpo da mulher reage. “Cada organismo responde de uma forma. Depende muito da genética, tipo de pele, raça, doenças pré-existentes”, afirmou a médica. Cada organismo funciona de uma maneira. 

Alimento foto criado por senivpetro – br.freepik.com

Por que a pele fica sensível?

Por causa das alterações hormonais, a pele fica sensível durante o período gestacional. Segundo a dermatologista, isso acontece porque “devido alterações vasculares, os vasos sanguíneos se dilatam e proliferam em resposta ao hormônio estrogênio, podendo deixar a pele mais avermelhada e sensível a estímulos irritativos”. Além desses fatores, a alteração mecânica também pode ser uma das causas. A pele é esticada conforme o crescimento uterino e consequentemente, torna a região mais frágil.

Quais são os problemas de pele mais comuns durante a gravidez?

  1. Hiperpigmentação: linha Alba e Melasma (50-70%) são os mais comuns, mas também pode surgir nos mamilos, axilas, genitálias, escurecimento de cicatrizes e nevos (pintas);
  2. Alterações vasculares: hemangiomas rubis (pintinhas avermelhadas), aranhas vasculares (vasos superficiais), varizes, hemorroidas;
  3. Estrias: abdômen, mamas, coxas, braços e dorso;
  4. Celulite e flacidez;
  5. Acne;
  6. Hirsutismo: aumento dos pelos;
  7. Unhas frágeis.
O que é recomendado para cuidar da pele e evitar o surgimento desses sintomas durante a gravidez?

A Dra. Aline enfatiza que é essencial o uso do protetor solar e a reaplicação para evitar melasmas. Também é indispensável reforçar a hidratação da pele e cuidar da alimentação. É importante o uso de hidratantes de barreira em creme ou bio oil. Hidratar a pele é fundamental nesse período para não desenvolver problemas.

Pessoas foto criado por yanalya – br.freepik.com
Como cuidar da pele durante a gestação?
  • Hidratantes específicos para gestante ou bio oil devem ser usados diariamente, após o banho ou 2x ao dia;
  • Preferir hidratante em creme ao invés de loção (em creme é possível encontrar maior hidratação);
  • Verificar rótulos sobre a segurança do uso na gravidez;
  • Evitar banhos muito quentes e prolongados;
  • Reforçar a hidratação oral: 2L por dia e uma alimentação saudável e rica em nutrientes;
  • Praticar atividades físicas permitidas pelo seu médico;
  • Nunca realizar tratamentos/utilizar produtos durante a gravidez sem a indicação da sua dermatologista.
O que é contraindicado nos cuidados da pele durante a gestação?

A médica explica que alguns tipos de ácidos não devem ser usados, como por exemplo, o ácido salicílico e retinóides. “Alguns tipos de medicamentos que possuem efeito teratogênico, como por exemplo isotretinoína (Roacutan), metotrexato, tetraciclina entre outros”, esclareceu a dermatologista. Procedimentos como botox, preenchimento de ácido hialurônico e lasers doloridos devem ser evitados durante a gestação.

O que é indispensável para manter a pele firme, jovem e bonita durante a gestação?

A Aline Takazone, aconselha consultas com a sua dermatologista de confiança para te auxiliar durante toda a gestação, ter uma rotina de cuidados com a pele, hidratação tópica e oral, alimentação saudável e exercícios físico. Esses hábitos vão evitar quaisquer danos a sua pele.

Quais produtos/procedimentos podem ser usados durante a gestação?
  • Sérum vitamina C;
  • Ácido azeláico (ácido seguro durante a gestação);
  • Peeling de cristal;
  • Hollywood peel;
  • Protetor solar e hidratantes.

É importante se consultar com o seu médico de confiança antes de seguir qualquer tratamento durante a gravidez.

Aline Takazone é uma médica formada pela Faculdade de Medicina do Oeste Paulista – FAMEPP com especialização em dermatologia no Instituto da Pele Saudável na cidade de São Paulo.

A profissional foi consultada como fonte jornalística. Não utiliza deste espaço para a promoção de algum produto ou marca.

Fontes: DermaClub, Minha Vida.