O que é a pele seca e como tratar da melhor maneira?

No período mais frio do ano, a pele tende a ressecar. O desconforto, descamação, vermelhidão e coceira são os principais sinais de que a pele está seca. Para evitar que esse ressecamento desenvolva outros tipos de problemas de pele, é importante saber qual o seu tipo de pele e como cuidar dela.

A pele seca e muito seca e uma pele desidratada são diferentes. A pele seca é um estado constante de repuxamento do rosto e do corpo que é causado pelas alterações da barreira cutânea. Já a pele desidratada, é um repuxamento em um local específico que causa desconforto, que pode ser resolvido com a ingestão de água e hidratação diária na pele. É apenas a falta de água na epiderme.

Mulher foto criado por jcomp – br.freepik.com

O que é pele seca?

A pele seca nada mais é do que um tipo de pele que tem dificuldade em manter a hidratação natural. Isso pode acontecer por conta de alterações das glândulas sebáceas que, não produzem a quantidade necessária de oleosidade para a lubrificação do rosto e do corpo. A carência de água no tecido cutâneo aumenta a perda de água pelas células, causando assim, o ressecamento.

O que causa o ressecamento da pele?

São os mais diversos fatores que podem causar esse ressecamento. Entre eles estão:

  • Clima frio e vento
  • Banhos quentes
  • Alterações hormonais
  • O uso de buchas
  • Falta de hidratação no organismo
  • Contato diário com água com cloro ou mar
  • Uso de sabonetes adstringentes
  • Alteração na microbioma
  • Genética

Quais são as principais características?

Antes de você descobrir se sua pele está ressecada, é super importante estar atenta aos sinais que a epiderme dá ao longo dos dias. As principais características são a falta de viço, aspecto esbranquiçado, textura escamosa, manchas vermelhas e descamação.

Ao notar essas características na sua pele, é importante começar a se hidratar de duas maneiras: tanto na ingestão de líquidos, quanto no uso de cremes faciais e corporais que vão aliviar e auxiliar na diminuição do ressecamento.

A pele seca também costuma não ser macia, apresenta finas linhas de expressão e a pele é menos flexível do que realmente deveria ser.

O creme noturno Magnifique da Revenir Cosmétique é um hidratante facial de alto impacto que hidrata profundamente a pele durante a noite. Aumenta a elasticidade, suaviza linhas de expressão e repara os tecidos.

Mulher foto criado por jcomp – br.freepik.com

Quais são os sintomas da pele seca?

Os sintomas mais comuns são: coceira, sensação de repuxamento, sensibilidade e ardor. Além desses fatores, a pele seca costuma ser fina, tem tendência à vermelhidão e é sensível ao tempo seco.

Como tratar?

Para tratar esse tipo de pele, é fundamental saber que a hidratação é o primeiro passo. É necessário fortalecer a proteção da epiderme com hidratantes específicos.

Hidratantes que possuem ativos prebióticos são os mais recomendados para uma rotina de cuidados para peles secas. Os produtos com a textura cremosa e séruns, são os mais recomendados.

Rotina de cuidados para peles secas em 5 passos:

1. Ao banhar, evite água quente. Tenha preferência por água morna. Ao se ensaboar, troque o sabonete em barra por algum outro mais hidratante e sem sulfato. Isso vai diminuir a agressão à pele.

2. Não exagere nas esfoliações. Faça uma vez por semana e lembre-se de sempre fazer a esfoliação em movimentos circulares.

3. Hidrate o rosto duas vezes ao dia. Tanto o rosto, quanto a pele. Procure hidratantes que contenham ceramidas, ácido hialurônico, vitamina E, ácidos graxos, aminoácidos e glicerina.

Quer a dica de um hidratante facial? A Revenir Cosmétique tem o Splendide, Vitamina C. É um hidratante facial para o dia que previne a melanogênese e possui ação antioxidante. Além disso, forma uma película protetora na pele, que hidrata e protege.

4. Sempre use protetor solar com ação antioxidante, enriquecido de vitaminas e com ativos anti-idade.

5. Não menos importante, hidrate-se. Beba 2 litros de água por dia e veja sua pele mudar.

Se ao seguir esses passos e a pele não melhorar, é recomendado se consultar com um dermatologista e descobrir o que está acontecendo com a sua pele.

Fontes: DermaClub, Bioderma Brasil, Saúde Abril.