Estresse X Pele: Como o estresse afeta a pele e como tratar?

Estamos vivendo em um período diferente de todos que já vivemos antes. O mundo parou para impedir que o novo coronavírus atingisse o maior número de pessoas ao redor do planeta. Com isso, tivemos que adaptar nossas rotinas em um novo modo de viver: a quarentena.

br.freepik.com

Pessoas começaram a trabalhar de casa, empresas adaptaram o estilo de trabalho para auxiliar na segurança e proteção de vidas. Mas, já estamos em quarentena há cinco meses. Neste período, muita coisa aconteceu que afetou o seu psicológico. O estresse de ficar dentro de casa a espera de uma “cura”, pode ter ajudado no desenvolvimento de doenças físicas e psicológicas.

O estresse pode dar alguns sinais físicos ou acarretar doenças de pele que precisam ser tratadas. Você sabe quais são as mais comuns?

Acne

O estresse dificulta o funcionamento do sistema de defesa do corpo humano. Isso faz com que a imunidade diminua e a pele acaba não lidando bem com as bactérias do rosto. Os poros entopem e inflamam. O corpo produz uma quantidade maior de cortisol que aumenta os níveis dos hormônios androgênios. E, a produção de óleo acelerada pelas glândulas sebáceas geram ainda mais acne no rosto e nas costas.

Para evitar isso, é importante que siga uma rotina de exercícios físicos, que vão ajudar no controle da substância cortisol pelo corpo, hidratar a pele e seguir uma dieta de alimentos nutritivos.

br.freepik.com

Crie uma rotina de cuidados com a pele e lave o rosto duas vezes ao dia, esfolie duas vezes por semana e hidrate diariamente. Não se esqueça do protetor solar sempre!

Também é fundamental entender que, como é estresse, é necessário fazer algo que vá descarregar esse sentimento. Através desses passos, você vai conseguir controlar a acne. Se necessário, consulte sua dermatologista e psicóloga.

Manchas na pele

Em períodos de extremo estresse, em algumas pessoas se torna comum aparecer manchas brancas, vermelhas ou roxas. Isso acontece pela instabilidade de alguns hormônios que logo dão os primeiros sinais na pele.

Para tratar essas manchas, é importante dormir bem, se exercitar e seguir uma dieta. Se você sofre com nervosismo e ansiedade, consulte-se com um terapeuta para poder descobrir o que te causa esses sentimentos.

Mulher foto criado – br.freepik.com

Sensibilidade na pele

O estresse pode causar sensibilidade na pele. Além disso, vermelhidão e coceira. Para tratar isso de forma rápida, hidrate a sua pele e beba mais de 2L de água por dia. Tenha preferência por cremes corporais que tenham lanolina, substância é uma mistura de ácidos graxos. É extremamente umectante e o ativo retém a água na pele.

Use diariamente cremes faciais e corporais para evitar o ressecamento da epiderme, utilize protetores solares e evite banhar em água quente. Lembrando que, é importantíssimo seguir uma dieta balanceada e praticar exercícios físicos.

Além do desenvolvimento desses sintomas quando se está estressado, também existe a possibilidade do estresse piorar algumas doenças de pele. Entre as principais estão a psoríase, dermatite atópica e urticária.

Mulher foto criado por jcomp – br.freepik.com

Psoríase

É uma doença que as células mortas se acumulam perto do couro cabeludo, palmas das mãos e pés, cotovelos e joelhos. Causam coceira, vermelhidão e manchas. É uma doença cíclica, costuma desaparecer e reaparecer muitas vezes ao longo da vida. Não é contagiosa e não possui cura.

Atinge mais de cinco milhões de pessoas, somente no Brasil. É necessário se consultar com um dermatologista para o diagnóstico. O tratamento costuma ser com medicação tópica, como pomadas e cremes, fototerapia e medicações orais ou injetáveis.

Dermatite Atópica

A dermatite atópica é uma doença que costuma causar coceira e apresentam crostas que surgem nas dobras dos braços e na parte de trás dos joelhos. Geralmente as pessoas que têm a dermatite, tem a rinite alérgica. Não tem cura e não é contagiosa.

A coceira da dermatite é causada pelo fato da pele ser seca. O fato da pessoa ter alergia a mofo, poeira, animais, ácaros e contato com materiais ásperos, podem levar ao desenvolvimento desse problema de pele.

O tratamento é com medicação tópica (pomadas e cremes) e medicação oral.

br.freepik.com

Urticária

A urticária é um problema de pele que costuma ser lesões avermelhadas e levemente inchadas pelo corpo. Também pode acontecer de ter a sensação de queimação. Os fatores principais para que surja essa irritabilidade na pele é a alimentação, infecções, estímulos físicos como frio, calor, água ou pressão.

A coceira é mais intensa e pode atrapalhar muito o dia a dia. Por isso, é importante se consultar com um dermatologista para o diagnóstico rápido. O tratamento costuma ser com medicação oral e é necessário mudança na dieta do paciente.

Se você está em casa e está preocupada demais com o futuro, permaneça calma. Tenha paciência de que as coisas vão passar e vão dar certo. Converse com o seu dermatologista, caso sinta algum desses sintomas na pele para descobrir logo a razão e encontrar um tratamento adequado para você.

Para descobrir o que está te afetando, faça um acompanhamento com um dermatologista e um psicólogo. É necessário um tratamento na raiz do problema para encontrar uma solução rápida.

Fontes: Drauzio Varella

DermaClub

Sociedade Brasileira de Dermatologia