Quais são os efeitos da poluição do dia a dia na nossa pele?

A poluição envelhece a pele? A luz artificial causa danos ao rosto? E quais são os efeitos das ondas emitidas pelos telefones celulares? Saiba quais são os mitos e verdades sobre como a poluição afeta sua pele.

1. Não é possível proteger sua pele da poluição do ar ou da eletromagnética. MITO. Muitos pensam que como a poluição está no ar, ou em forma de ondas eletromagnéticas, não há o que fazer para proteger a pele. Na verdade, existem variados ativos que, com diferentes mecanismos de ação, conferem tal proteção. Eles podem funcionar como uma segunda pele, ter ação antioxidante, quelantes de metais, diminuir os danos da radiação… O importante é que todos protejam a pele contra o acúmulo de poluentes e contra a radiação eletromagnética.

2. O uso de aparelhos elétricos e eletrônicos favorece o envelhecimento da pele. VERDADE. Com o avanço da tecnologia e mudanças no estilo de vida, as pessoas ficam cada vez mais em contato com televisores, smartphones, computadores. Segundo a Agência Brasil, em média, os brasileiros passam por dia 4 horas e 59 minutos diários na Internet e 4h e 31 minutos assistindo a TV durante os dias da semana e, nos finais de semana, os números são bem próximos a isso. Desta forma, somos muito impactados por toda a radiação eletromagnética emitida, estimulando a frequente inflamação da pele e consequente envelhecimento.

3. Apenas a radiação ultravioleta causa danos na pele; em ambientes fechados, a pele está completamente protegida. MITO. Não é apenas o sol que emite radiação e danifica a pele. Em ambientes fechados e isolados da radiação solar, a pele ainda recebe radiação que a danifica. Essa fonte de radiação pode vir das lâmpadas usadas em casa e até da luz emitida pela tela do computador. Esta luz visível induz a produção de radicais livres na pele, e isso favorece o envelhecimento da pele e aparecimento de manchas, por exemplo. Uma forma de prevenir e amenizar os danos causados pela luz visível é o uso de filtro solar e cosméticos específicos.

4. A poluição eletromagnética modifica muitos fatores na pele. VERDADE. Não é possível enxergar as ondas eletromagnéticas, mas convivemos com elas o tempo todo. Telefones celulares emitem radiação eletromagnética, por exemplo, por isso estamos sempre expostos a esse tipo de poluição. Como a pele é nossa primeira barreira de proteção, ela é largamente afetada. Essas ondas induzem ao estresse oxidativo celular, o que causa danos em componentes das células, além de danos ao DNA, alterações no processo de regeneração celular e envelhecimento. Tudo isso irá afetar a estrutura e aparência da pele.

5. A exposição à poluição afeta toda a população de forma igual. MITO. A poluição ambiental pode acontecer por causa de diferentes substâncias, originadas da emissão de gases e materiais particulados. Esses materiais são partículas extremamente pequenas constituídas por uma mistura complexa de sólidos com diâmetro reduzido, que podem permear na pele e cabelo e se originam principalmente da queima de combustíveis fósseis, emissões de amônia na agricultura e emissões decorrentes de obras e pavimentação de vias. Os poluentes modificam a composição normal do ar, água e solos, causando danos aos seres vivos e recursos naturais. Os efeitos que cada poluente terá na saúde humana dependem de vários fatores e, além do tamanho da partícula, deve-se considerar o tempo de exposição, quantidade de poluente que a pessoa é exposta, suscetibilidade individual, idade e local onde a pessoa mora. Assim, essas condições determinam a extensão dos danos à saúde que a poluição trará, e variam de pessoa para pessoa. Mas algo é certo: a poluição é nociva para todos! Por isso a segurança e medidas de diminuição da poluição devem ser sempre uma prioridade.